quinta-feira, 15 de maio de 2014

Agentes penitenciários baianos iniciam greve nesta quinta



Agentes penitenciários lotados nas unidades prisionais em todo o Estado da Bahia, iniciam uma greve por tempo indeterminado a partir desta quinta-feira (15/5). O Sinspeb-BA (Sindicato dos Penitenciários da Bahia),distribuiu nota à imprensa dando conhecimento à comunidade baiana de que a decisão foi tomada por unanimidade após consulta de representantes de todas as unidades prisionais em assembleia realizada no sábado (10), em Salvador. De acordo com o sindicato, as demandas enviadas à SEAP (Secretária de Administração Penitenciária e Ressocialização) para negociação são reivindicações já antigas e que não são resolvidas. Uma das exigências da categoria é a realização de concursos públicos para agentes penitenciários, pois, segundo a ONU (Organização das Nações Unidas) é recomendado a proporção de 5 detentos para um agente enquanto a realidade é de cerca de 255 presos para cada agente, fato que deixa a vida dos trabalhadores em perigo. Outra reivindicação da categoria diz respeito às estruturas das penitenciárias, celas, áreas de segurança, área administrativa e alojamento dos agentes. Os penitenciários explicaram que a greve será mantida até que o Estado regularize, minimamente, as condições de trabalho nas unidades prisionais atendendo aos principais itens da pauta. Em Jequié os representantes do sindicato estão convocando os colegas para se manterem mobilizados em frente ao Conjunto Penal. A princípio estão suspensas as visitas de familiares (sexta-feira e domingo), sendo mantido um percentual de 30% do efetivo para garantia das refeições dos internos, escolta médica e o sistema de “grade aberta”, que é uma das garantias da lei das execuções penais

Nenhum comentário:

Postar um comentário