sábado, 12 de outubro de 2013

Coreia da Sul 0 x 2 Brasil - Individualidade faz a diferença, sim senhor!


 O Brasil precisou da genialidade de Neymar e precisão de Paulinho e Oscar para vencer, na manhã deste sábado, a Coréia do Sul, por 2 a 0, no Estádio de Seoul, em Seoul, na Coréia, em mais um amistoso preparatório para a Copa do Mundo de 2014. A Rádio FI transmitiu o duelo logo cedo.





Esta foi a terceira vitória seguida da Seleção desde a derrota para a Suiça, por 1 a 0, no dia 14 de agosto. Desde então foram resultados positivos contra: Austrália (6 a 0) e Portugal (3 a 1). Foi a segunda vez que as Seleções se enfrentaram. Antes, o time canarinho havia vencido por 3 a 2, em 2002, e os sul-coreanos batido o Brasil por 1 a 0, em 1999.



Agora, a Seleção Brasileira volta a atuar na próxima terça-feira, contra Zâmbia, no Estádio do Pássaro em Pequim, na China. Um outro amistoso, só que para novembro, deverá ser marcado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Depois serão mais três testes antes do Mundial de Seleções.

Muita vontade e pouco futebol
Tecnicamente, Brasil e Coréia do Sul fizeram um primeiro tempo abaixo do esperado pelos mais de 60 mil torcedores que compareceram ao estádio de Seoul, como aqueles que levantaram cedo – a partida começou às 8 horas (de Brasília). Mas, pelo menos no quesito vontade as duas Seleções foram para o intervalo com o dever cumprido.

Com a bola no pé, a Coréia conseguia trocar mais passes, enquanto que o Brasil se via dependente das jogadas pelas laterais, seja com Neymar, na esquerda, como com Hulk, na direita. Apesar disso, o primeiro lance de perigo da Seleção veio com Oscar, pelo meio. Aos 23, ele recebeu na entrada da área e chutou. A bola passou sobre o gol.

Depois disso os coreanos ensaiaram uma pressão, mas esbarram na defesa brasileira. Quando o jogo seguia para o intervalo, Neymar, sempre ele, apareceu para resolver. Ele recebeu falta na entrada da área. Na cobrança, ele colocou com perfeição no canto direito do goleiro Jung Sung-Ryong.

O que vale é a vitória
O Brasil voltou do intervalo com a mesma postura que terminou o primeiro tempo: atacante. O que surtiu efeito, já que logo aos três minutos o placar foi ampliado. Paulinho recebeu pelo meio e deu grande passe para Oscar. O meia arrancou em velocidade, driblou o goleiro e chutou com categoria para as redes: 2 a 0.

A vantagem deu tranquilidade a Seleção, que passou a trocar mais passes e segurar a Coréia do Sul. O time da casa esboçou reação aos 23 minutos. Após cobrança de escanteio, Lee Chungyong se antecipou aos zagueiros e testou com perigo ao lado da trave do goleiro Jefferson.

Com a vitória assegurada, Felipão passou a testar novas formações da Seleção. Isso com as entradas de Ramires, Bernard, Lucas Leiva e Hernanes. A principal dúvida da comissão técnica está entre a de utilizar o esquema 4-4-2, com Ramires ao lado de Paulinho como volante, ou o 4-3-3, com Hulk fazendo companhia para Neymar e Jô no setor ofensivo

 
Agência Futebol Interior
Coréia do Sul0x2Brasil
Fase
Amistosos
Rodada
11ª
Data
12/10/2013
Horário
08h00
Local
World Cup Stadium, em Seoul (Coréia do Sul)
Árbitro
Pedro Proença (Portugal/Fifa)

Assistentes
Bertino Miranda e José Trigo
 
Cartões Amarelos
Coréia do Sul:Yong Lee, Ki Sung-Yueng, Lee Chung-Yong
Gols
Brasil: Oscar 3' 2T, Neymar 43' 1T
Coréia do Sul
Jung Sung-Ryong;
Kim Jinsoo, Younggwon Kim, Hong Jeong-Ho e Yong Lee;
Bokyung Kim (Go Yohan), Ki Sung-Yueng, Lee Chung-Yong (Illok) e Han Kook-Young;
Dongwon Ji (Lee Keun-Ho) e Jacheol Koo (Heung-Min Son)
.
Técnico: Hong Myung-Bo
Brasil
Jefferson;
Daniel Alves, Dante, David Luiz e Marcelo (Maxwell);
Luiz Gustavo (Lucas Leiva), Paulinho (Hernanes) e Oscar (Bernard);
Neymar, Hulk (Ramires) e Jô.

Técnico: Luis Felipe Scolari

Nenhum comentário:

Postar um comentário